quarta-feira, setembro 27, 2006

Poderia dizer-te...

que se não estiveres eu também não estou
que adoro o que a infância te fez ao queixo
que cheiras a mar e a bolhas de sabão
que o verde te fica muito bem
que guardo as tuas camisolas por lavar
que tens um sinal particularmente irritante
que deixas o oceano entranhado nas minhas almofadas
que quando bebes ficas especialmente abraçável
que quando sonho contigo acordo com borboletas no nariz
que não tem piada gabar-te o estio que carregas nos olhos
que há coisas que poderias tapar só mais aquele bocadinho
que o teu umbigo chora todas as noites
que me passo gravemente com os teus pés gelados
que o tempo que demoras é sempre demasiado
que nunca tenho coragem de te acordar
que tem dias que só tenho ânsias de te espancar
que quando choras me derretes o coração
que tens mesmo dentinhos de bicho
que transpiras uma enervante fotogenia
que se fosses uma cereja passeava-te o dia inteiro na boca
que tens as melhores ideias do mundo
que se fosses uma nota musical serias um sol
que já não saía daqui se resolvesse continuar...

mas não te digo nada para não ficares com a mania.

4 comments:

Blogger AmorPerfeito said...

Brutal !!! :)

27.9.06  
Anonymous Anónimo said...

um texto lindo ,lindo demais para quem diz que nao gosta de lamexices heheh bejinhos z viana

27.9.06  
Anonymous Anónimo said...

isto =^^) isto supostamente é uma cara corada.

28.9.06  
Anonymous bruna11 said...

demais!kd se ama é assim mm...força meu amori

11.10.06  

Enviar um comentário

<< Home